Veja uma denúncia que pode mudar toda a situação da saída dos feirantes da Feira do Tablado

O portal do G1 publicou uma matéria a respeito da situação dos barraqueiros da Feira do Tablado, que estão alegando não terem recursos para se mantarem no Mercado da Rodagem, que é o local acertado com o Ministério Público e com a Prefeitura, para que os feirantes se instalem e a Feira do Tablado seja desativada.

Porém nessa semana o blog recebeu uma denúncia grave de uma feirante do Mercadão 2000 a respeito do que está “verdadeiramente” correndo nessa negociação. (Abaixo a matéria do G1) 

Os vendedores da feira do Tablado estão preocupados com a determinação judicial que impôs a saída da Avenida Tapajós, pois a contar do mês de julho, eles têm seis meses para desocupar a área e se mudar para o mercado Tupaiulândia, conhecido como mercadinho da Rodagem, no bairro Caranazal, em Santarém, oeste do Pará.

Modificações como o uso de uniformes e a higienização podem ser notadas no local desde a determinação. Dentro do prazo de seis meses devem ser feitas adaptações no mercado Tupaiulândia para atender as demandas exigidas pela justiça, só que a Associação dos Vendedores do Tablado diz não ter recursos, nem tempo hábil para conseguir o dinheiro necessário.

Outra reclamação é a de que o novo espaço seria inviável, por estar distante do centro da cidade, o que poderia dificultar as vendas e diminuir o fluxo de clientes.

DENÚNCIA. 

O blog ouviu nessa semana uma pessoa (que não aceitou mostrar o rosto com medo de retaliação), que possui uma barraca no mercadão 2000 e que vende comida no local, onde fez denúncias graves sobre a Feira do Tablado.

A fonte repassou ao blog o motivo de: porque os feirantes do Tablado não querem sair do local ? . Veja um dos trechos da conversa.

“Uma parte dos feirantes possuiu várias barracas na Feira do Tablado, que eles foram comprando ao logo dos anos, e que custaram um valor alto (entre 8 mil a 10 mil cada barraca).  Eles indo para o Mercado da Rodagem, vão ser obrigados pela PREFEITURA  a terem apenas 1 barraca, pois esse é o correto. Então por esse motivo eles não querem sair do Tablado. Eles estão inventando a todo momento desculpa “esfarrapada” para não saírem do local, e a PREFEITURA está aceitando”, relatou a feirante que fez a denúncia. 

Outro denúncia repassada por nossa fonte é que tem feirantes que além de terem barracas na Feira do Tablado, ainda possuem barracas no Mercadão 2000, “Existem alguns feirantes que possuem barracas na Feira do Tablado e também no Mercadão 2000, e que tem recursos para se manterem no Mercado da Rodagem. São uma espécie de [mega comerciantes]. Alguns tem, 2, 3 e até 4 barracas, que é proibido pela PREFEITURA . Eles estão tentando enganar as autoridades para não perderem a mamata”, comentou nossa fonte.

Como se trata de uma concessão, cada feirante terá direito apenas a 1 barraca no Mercado da Rodagem, ou seja, quem tem várias barracas na Feira do Tablado irá perder a barraca que foi comprada e que a PREFEITURA não tem conhecimento. FICA O ALERTA PARA A PREFEITURA E O MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGAREM A DENÚNCIA. 

Com informações do G1

Uma ideia sobre “Veja uma denúncia que pode mudar toda a situação da saída dos feirantes da Feira do Tablado”

  1. esse mp é só balela
    nao faz nada pelo cidadao só trabalha a favor dos ricos eles ( mp) sabem disso td qe existe isso nas feiras e mercados e nao fas nada
    outro dia procurei a semab pra conseguir um dos varios boxs qe estao ociosos no mercadao e nada os boxes tao la parados servindo pra morada de rato e barata mas o mp nao libera de jeito nenhum afff…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *