Preso os policias envolvidos na operação que resultou na morte de 10 pessoas em Pau D’Arco

Treze policiais militares e dois policiais civis envolvidos na chacina de Pau D’Arco, no sudeste paraense, que resultou na morte de dez trabalhadores rurais, foram presos nesta segunda-feira (10), seis dias após a reconstituição realizada pela Polícia Federal.

As prisões ocorreram em Belém e no município de Redenção, no sudeste paraense, após decreto do juiz Haroldo Silva da Fonseca, e foram realizadas por equipes da Polícia Federal e da Corregedoria da Polícia Militar do Pará. 

Segundo a Polícia Civil, as prisões são temporárias de 30 dias, podendo ser renovadas por mais 30, dependendo da Justiça.

Veja a lista com os nomes dos presos:

Carlos Kened Gonaçalves de Souza – coronel da PM;

Rômulo Neves de Azevedo – tenente da PM;

Cristiano Fernando da Silva – cabo da PM;

Rodrigo Matias de Souza – soldado da PM;

Advone Vitorino da Silva – 2º sargento da PM;

Jonatas Pereira de Silva – soldado da PM;

Neuily Sousa da Silva – soldado da PM;

Welington da Silva Lira – soldado da PM;

Orlando Cunha de Sousa – 3º sargento da PM;

Ronaldo Silva Lima – sargento da PM;

Ricardo Moreira da Costa Dutra – cabo da PM;

Douglas Eduardo da Silva Luz – escrivão da PC;

Euclides da Silva Lima Júnior- investigador da PC.

Os policiais foram encaminhados para o Centro de Recuperação Especial Cel. Anastácio das Neves (Crecan), em Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém.

 

Do Dol.

Uma ideia sobre “Preso os policias envolvidos na operação que resultou na morte de 10 pessoas em Pau D’Arco”

  1. Mais antes morrer os paus mandados dos fazendeiros de que morrerem os policiciaias,por que os direitos humanos vao defender os que invadem terras,e nunca vao defender os policiais.
    Era prá morrerem os fazendeiros e nao os que morreram,mas já que morreram,melhor eles de que os policiais.
    Eu tambem nao vou me importar com comentarios a respeito de meu modo de pensar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *