/Mulher é agredida em Santarém depois de denunciar vizinhos que queimaram lixo na rua

Mulher é agredida em Santarém depois de denunciar vizinhos que queimaram lixo na rua

Juliana grava o momento que foi ameaçada  

 A moradora do bairro do Aeroporto Velho, Juliana Fonteles, divulgou em seu perfil no Facebook um vídeo denunciando a postura de alguns moradores do bairro que insistem em queimar lixo na rua, sendo que, queimam o lixo sem se preocupar para onde a fumaça vai.

Apesar de Santarém possuir a colete diária de lixo, a prática de queimar lixo é rotina nos bairros periféricos da cidade.

VEJA  ABAIXO O PRIMEIRO VÍDEO DIVULGADO POR JULIANA. 

A Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605 de 1998, em seu artigo 54, descreve o crime de poluição, que consiste no ato de causar poluição, de qualquer forma, que coloque em risco a saúde humana ou segurança dos animais ou destrua a flora. Um exemplo clássico desse tipo de crime é a queimada de lixo doméstico, que emite poluição na forma de fumaça, causa risco de incêndio para as habitações locais, destrói a vegetação e pode causar a morte de animais que ocupem as redondezas.

Juliana Fonteles foi agredida por vizinhos. 

O objetivo da norma é proteger o manter o meio ambiente sadio  e equilibrado, bem como evitar riscos para a vida humana, dos animais ou plantas. A pena prevista é de até quatro anos de reclusão.

VEJA  ABAIXO O SEGUNDO VÍDEO DIVULGADO POR JULIANA. 

Apesar de Juliana não ter mostrado o rosto da vizinha, alguns parentes e filhos da mesma  partiram para agredir a jovem, que foi ameaçada na porta de sua casa, de acordo com as imagens.

VEJA  ABAIXO O  TERCEIRO VÍDEO DIVULGADO POR JULIANA.

Juliana foi na Delegacia de Polícia Civil é teve o registro do BO negado, pois alegaram que só podem registrar esse tipo de situação durante o dia. A noite somente os flagrantes, um absurdo !!!

Até o exame de “corpo de delito” foi negado, pois alegaram que somente pela parte do dia se pode fazer esse tipo de procedimento no IML de Santarém. 

Santarém como sempre é terra sem lei – Uma vergonha !!!!

 

Compartilhar