/MBL ataca os gastos exorbitantes da Câmara de Santarém/PA

MBL ataca os gastos exorbitantes da Câmara de Santarém/PA

O site do MBL ( Movimento Brasil Livre), publicou uma matéria criticando os gastos exorbitantes da Câmara de Vereadores de Santarém, na gestão do atual presidente da casa, o vereador Emir Aguiar (Podemos).

O MBL tem como principal articulador político, o Deputado Federal Kim Kataguiri (DEM). Leia abaixo a matéria completa.

Câmara de Santarém/PA apresenta gastos exorbitantes

A forma como o erário publico vem sendo utilizado para gastos de custeio da máquina é uma pauta que, com certeza, deveria estar em alta nas discussões municipais em Santarém, Pará, no ano de 2019. A câmara local elevou as despesas com diárias de R$ 77 mil para R $146 mil, ou seja, um aumento de 88%.

Mesmo na gestão corrupta de Reginaldo Campos não se gastou tanto como hoje, onde os vereadores dizem que houve uma mudança na forma como se usa o dinheiro do contribuinte, para se ter uma ideia na gestão em questão gastou-se R$100 mil.

Ora se tais eventos eram tão importantes por que os vereadores não bancaram com o próprio salário a ida e estadia? Eles não ficariam meses em tais locais justamente pela necessidade de exercer a função legislativa.

Entrevistada por jornalistas independentes a assessoria da Câmara justificou tal valor pela grande demanda de eventos e questões que os vereadores tiveram de comparecer, e citou como exemplo o Encontro Nacional dos Vereadores da UVB (União dos Vereadores do Brasil), a Marcha dos Vereadores e Prefeitos do Brasil promovida pela Confederação Nacional dos Municípios, eventos estes realizados em Brasília.

Com informações do MBL