/Itaituba se prepara para ser o maior pólo econômico da região Oeste do Pará

Itaituba se prepara para ser o maior pólo econômico da região Oeste do Pará

Nesse final de semana, o Exército Brasileiro publicou em sua página oficial do Twitter, um vídeo que mostra o andamento das obras de asfaltamento da BR-163, no Oeste do Pará. A obra deve ser concluída em dezembro de 2019, e deve finalizar até o Distrito de Miritituba, município de Itaituba.

O restante do trecho até Santarém, deve ser concluído no próximo verão amazônico, em 2020, que compreende o período de julho a dezembro.


A estrada provavelmente será privatizada até 2020.

O mau estado da BR-163 e a falta de pavimentação em alguns trechos já mostrou ser um grande gargalo para o transporte da produção agrícola do Mato Grosso, maior produtor de soja do país, que está escoando parte de sua produção nos portos no Estado do Pará.

Portos em Itaituba

Além do terminal portuário da Bunge, em Miritituba, o município também abriga desde 2016 a estação de transbordo da empresa Cianport. Os empreendimentos fazem parte do Complexo Portuário do Tapajós, que prevê a construção de ao menos 23 portos ao longo do Rio Tapajós – 19 somente em Itaituba.

A construção de um complexo portuário no Tapajós integra o ciclo do transporte de grãos produzidos no Brasil. Especialmente a soja e o milho – para o mercado internacional.

Com essa movimentação na construção de portos, para escoamento de grãos, oriundos da região Centro-Oeste do país, o município de Itaituba se prepara para ser o maior pólo econômico da região Oeste do Pará.

Compartilhar