IMAGENS FORTES: Traficantes atiram em garota que carregava um bebê no colo no Rio de Janeiro

Nos tribunais de horror que existem nas comunidades dominadas pela bandidagem não há limites. Sentenças são dadas e cumpridas no meio da rua, sem qualquer tipo de pudor, como a que baleou uma garota com uma criança de colo.

Com o advento da internet e das redes sociais, agora as retaliações contra aqueles julgados como traidores do movimento ganham poder de alcance ainda maior para disseminar mais rápido o medo entre a população. Os castigos violentos são filmados e compartilhados. Faz parte da estratégia dos grupos de criminosos. A maioria deles formados por traficantes.

Um desses conteúdos que se espalhou nas redes sociais nesta semana mostra uma garota com um bebê no colo sendo castigada com dois tiros.  Aparentemente a criança tem menos de um ano e meio, pois é possível ver que está de fraldas. A vítima parece ser uma das incontáveis mães adolescentes de baixa renda.

O vídeo aparece com uma enorme confusão. Desesperada e com o filho no colo, a menina não sabe o que fazer. Os bandidos ordenam que ela coloque o pé para ser baleado. Ela obedece. Oferece o pé direito e recebe o tiro, soltando um grito de dor. Segue com o bebê no colo, tentando se equilibrar após o ferimento.

IMAGENS FORTES

Os bandidos querem mais sangue. À primeira vista, parece que o objetivo é atingir o outro pé. Quem assiste imagina o que acontecerá com a criança depois que ela cair no chão com os dois pés feridos.

Entre as testemunhas há uma mulher que grita desesperada em um apelo aos criminosos: “Tira a criança, tira a criança”.

Um bandido então grita que agora o alvo é a mão. Uma garota entra no meio para tentar segurar a criança. Não fica claro se ela consegue ou não pegar o menor.

A adolescente reaparece sentada no chão. Na verdade, ela foi empurrada e cai. O pé já está ensanguentado. Ela então ergue a mão direita para aguardar o castigo. Segundos depois, mais um tiro e muita gritaria. Ela solta outro gemido de dor enquanto se levanta. Parece buscar a criança. O vídeo termina depois de um minuto e dez segundos de muita violência.

 

Do News 365

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *