/Empresária de Santarém que realizou cirurgia na Venezuela luta pela vida

Empresária de Santarém que realizou cirurgia na Venezuela luta pela vida

A empresária Santarena que apresentou grave quadro de infecção hospitalar, devido a uma cirurgia de implante de prótese mamária de silicone, volta neste momento a sala de cirurgia para a retirada da prótese. A mesma luta pela vida, devido a uma bactéria contraída, na sala de cirurgia de uma maternidade Venezuelana, em Margarita.  

Segundo informações obtidas através da paciente que sofre com as complicações da cirurgia, até os medicamentos são levados do Brasil, para serem usados após os procedimentos cirúrgicos, pois na Venezuela não tem nenhum tipo de medicamento, devido a grave crise que o país enfrenta.  

A família vive dias de muita angústia, já que o estado de saúde é muito delicado.

As cirurgias são feitas de forma inadequada, colocando a vida das mulheres em risco, que contam com a sorte para voltarem vivas para o Brasil. 

Entenda o caso 

Uma santarena, que terá sua identidade preservada a pedido da família, está em estado delicado de saúde após passar por um procedimento cirúrgico para a implantação de próteses de silicone nos seios. A cirurgia ocorreu no último dia 19 de outubro, em uma clínica na cidade de Margarita. No sábado (27), a paciente voltou para o Brasil, apresentando problemas por conta das complicações do pós-cirúrgico. A família da mulher está aguardando o laudo médico para registrar uma denúncia na polícia contra os responsáveis pela operação.

A vítima sofreu infecção hospitalar, que afetaram ambos os seios, deixando-os totalmente deformados, apresentando inchaços e ferimentos nos mamilos. As imagens são chocantes e revelam a gravidade do estado de saúde da santarena. 

De acordo com informações repassadas, a santarena teria negociado com uma mulher para fazer a cirurgia plástica de abdominoplastia e colocação de próteses nos seios no país vizinho. A paciente repassou os valores para a agenciadora, que assumiu a responsabilidade tanto pela operação médica quanto a estadia na Venezuela. Ocorre que lá chegando, a história foi totalmente diferente do que foi acertado no Brasil. 

A moça, após ser internada na clínica e passar pelo procedimento cirúrgico, foi abandonada à própria sorte em um quarto de hotel, sem nenhum tipo de acompanhamento médico ou cuidados necessários em procedimentos dessa natureza. 

Ainda de acordo com essas informações, existe uma pessoa em Santarém que estaria negociando com mulheres santarenas para fazerem esse tipo de cirurgia na Venezuela. 

 

Compartilhar