/ELEIÇÕES 2018: Alckmin usa discurso para iniciar polarização com Lula

ELEIÇÕES 2018: Alckmin usa discurso para iniciar polarização com Lula

Foi intencional a decisão do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) de utilizar o discurso na convenção do PSDB neste sábado (9) para fazer uma polarização direta com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na convenção, o governador foi eleito presidente do partido.

Avaliação reservada no núcleo do PSDB é que, até o momento, Lula estava correndo solto na disputa presidencial, fazendo contraponto exclusivamente com o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Alckmin agora tenta ocupar o espaço do centro e da direita na eleição para o Palácio do Planalto, e por isso fez ataques tão contundentes a Lula.

“Veja a audácia dessa turma. Depois de quebrar o país, Lula quer voltar ao poder”, disse Alckmin, afirmando na sequência que Lula quer “voltar à cena do crime”.

O mesmo tom de desafio a Lula foi adotado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, explicitando a estratégia combinada do partido.

Até mesmo o prefeito de Manaus, Artur Virgílio (PSDB-AM), que se lançou pré-candidato ao Palácio do Planalto, mirou a artilharia no petista.

A constatação no ninho tucano é que o partido perdeu um tempo precioso com o dilema de desembarcar ou não do governo Temer e tendo que administrar o desgaste de imagem do agora ex-presidente do partido, senador Aécio Neves (PSDB-MG), que entrou no foco da delação da JBS.

 

BLOG DO CAMAROTTI

Compartilhar