Arquivo da categoria: Política

Tsunami varrerá PT do governo, diz Aécio Neves.

aecio-covencao-size-598

Depois de três derrotas consecutivas nas eleições para o Palácio do Planalto, o PSDB oficializou neste sábado, em solo paulista, o nome do mineiro Aécio Neves como candidato à Presidência da República. Aos 54 anos, Aécio deu a largada a sua pré-campanha desatando um dos nós que marcaram as últimas três últimas campanhas presidenciais vencidas pelo PT: as disputas dentro do próprio partido. Neste sábado, o candidato tucano recebeu o apoio público dos principais líderes do PSDB paulista, como o ex-governador José Serra, que insuflou a seção paulista da sigla com um recado direto ao partido: “Ninguém aguenta mais isso”. Aécio fez coro: “Um tsunami vai varrer do governo aqueles que não têm se mostrado dignos de atender às demandas da sociedade.”

O discurso de Serra foi definido de última hora. Aliados do ex-governador defendiam que ele, que foi candidato à Presidência da República em 2002 e 2010, tentasse novamente — segundo os principais institutos de pesquisa, Serra é um dos principais nomes lembrados pelos eleitores em sondagens espontâneas. “Temos um encontro marcado com o Brasil. O PSDB e aliados chegam unidos para essa disputa. Estamos todos juntos, com Aécio à frente”, afirmou Serra. “Petistas já não sabem por que governam o Brasil, nem sabem por que pretendem ficar mais quatro anos. Eles não têm nenhum futuro a oferecer. O PT neste momento é a vanguarda do atraso”, completou.

“As ruas deram o recado. É preciso ouvir a voz das ruas. Temos que ouvir o povo e estar mais próximos dele”, disse o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Fonte: Veja

Presidente comentou as hostilidades que sofreu na abertura da Copa.

dilma 2

‘Não vou me deixar perturbar por agressões verbais’, diz Dilma.

Um dia após ser hostilizada por torcedores na Arena Corinthians, na abertura da Copa do Mundo, a presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (13) que não irá se deixar “abater” por agressões verbais. Torcedores que acompanhavam o jogo entre Brasil e Croácia, em São Paulo, xingaram a petista em ao menos quatro momentos, antes e durante a partida. A Fifa também foi hostilizada.

“Eu não vou me deixar perturbar por agressões verbais. Não vou me deixar atemorizar por xingamentos que não podem ser sequer escutados pelas crianças e pelas famílias”, disse Dilma durante cerimônia de inauguração da primeira etapa do BRT (corredor de ônibus expresso) do Distrito Federal, sem citar diretamente o episódio do estádio paulista.

Padrinho político de Dilma, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou nesta sexta o incidente da Arena Corinthians e chamou de “moleques” os torcedores que hostilizaram a chefe do Executivo. Lula afirmou que autores dos xingamentos “perderam a vergonha”.

Fonte: G1.

Joguem o que sabem’, diz Dilma em carta à seleção.

 

dilma

 

 

Dilma preocupada com a derrota da seleção, o que poderia afetar sua imagem de defensora da Copa, em ano de eleição. Manda uma carta para a seleção Brasileira.(Augusto Alves)

A presidente Dilma Rousseff encaminhou na segunda-feira uma carta à seleção brasileira na qual pede que “cada um jogue o que sabe” na Copa do Mundo. Ela acrescenta que isso “é o suficiente para a vitória” e ela estará “com todo o Brasil torcendo por todos e cada um”. Dilma enviou, ainda, seus votos de “fé e confiança” e classificou como “fabulosa” a história do futebol brasileiro.

A presidente estará nesta quinta no Itaquerão, em São Paulo, para a abertura da Copa, no jogo contra a Croácia. Ao citar que os jogadores brasileiros “são os melhores”, a presidente Dilma brincou que eles “têm alegria nas pernas, ginga no corpo, aplicação tática e improviso desconcertante” e “pertencem a uma linhagem de atletas e treinadores que transformou o jogo de cintura dura, inventado pelos ingleses, em uma nova forma de arte”.

Dilma pediu aos atletas que “confiem em seus talentos” e “olhem para trás e vejam-se no talento de Friedenreich, Fausto, Domingos, Leônidas, Zizinho, Nílton Santos, Didi, Garrincha e, naturalmente, o Rei Pelé”. “Felipão e Parreira, campeões mundiais consagrados, aumentam a nossa certeza de que faremos bonito nesta Vigésima Copa”, diz a mensagem.

“A forma brilhante como venceram a Copa das Confederações devolveu ao torcedor brasileiro a certeza de que esta seleção e seus técnicos estão aptos a repetir os nossos grandes feitos do passado”, afirmou a presidente.   Na carta, Dilma afirma ainda que em 20 de agosto será comemorado o centenário da seleção. “Nesses cem anos, poucas vezes vimos uma equipe tão entrosada com a torcida como a de vocês. O carinho que recebem nas ruas e nos estádios é o melhor testemunho de que todos acreditamos na sua capacidade de honrar o futebol brasileiro na Copa”, completou a presidente, que encerra a carta aos jogadores mandando “um abraço carinhoso” para todos.

Fonte: Estadão Conteúdo

VEREADOR NICOLAU DO POVO CRITICA INTERFERÊNCIA DE JORNALISTA MULTIPROCESSADO NA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE.

 

nicolau do povo

Vereador Nicolau do Povo, faz duras críticas ao jornalista  Miguel Oliveira. Segundo o vereador, em um evento sobre Meio Ambiente, o jornalista proferiu palavras caluniosas e inverdades contra o mesmo. A BRIGA ESTA SÓ NO INICIO…MUITA ÁGUA VAI ROLAR POR BAIXO DESSA PONTE.

Na ultima sessão ordinária da semana, quarta feira 11, o vereador Nicolau do Povo direcionou severas criticas ás repentinas ações desastrosas da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do município (SEMMA). No mesmo momento, o vereador, diante de informações colhidas pela assessoria, questionou a atuação do jornalista Miguel Oliveira, que seria uma espécie de conselheiro do secretario de Podalyro Neto.

Em evento sobre o meio ambiente realizado na semana que passou no Instituto Esperança de Ensino Superior (IESPES), o jornalista proferiu palavras caluniosas, inverdades contra o vereador Nicolau do Povo. Em síntese, colocando o parlamentar contra a população santarena. Diante disso, utilizou a tribuna da câmara para exercer seu direito de resposta.

O parlamentar iniciou tecendo comentários sobre a irresponsabilidade do jornalista, que é multiprocessado, segundo consultas processuais no Tribunal de Justiça do Estado do Pará. Inclusive, com uma condenação por danos morais em fase de execução, devido a noticias caluniosas que o mesmo publica na edição de um jornal da cidade, que extrapolam, em muito, a liberdade de imprensa, ferindo, inclusive, a dignidade da pessoa humana.

Por oportuno, o vereador Nicolau asseverou que nunca irá compactuar com desmandos do poder executivo, e sempre irá se opor ás ilegalidades que atinjam a lei orgânica, Constituição Estadual ou Constituição Federal, afirmando,no momento, que teve quase 3.000 (três mil) votos não foi pra ficar calado, mas sim pra brigar dia a dia por uma Santarém melhor para os cidadãos.

Pelo ocorrido, o vereador estuda os procedimentos administrativos e judiciais que poderão ser tomados. De antemão, fará um pedido oficial de informação sobre o vinculo do jornalista com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Nicolau do Povo foi parabenizado por todos os vereadores presentes na sessão e aparteado pelos vereadores Dayan Serique (PPS), Silvio Neto (PSD), Ivete Bastos (PT) e Gerlande Castro (solidariedade), que deram total apoio ás criticas feitas pelo vereador.

Fonte: ASCOM – Vereador Nicolau do Povo.

Dobradinha entre movimentos sociais e grevistas dá tom em protestos pré-Copa.

140610092730_metro_workers_strike_624x351_reuters_nocredit

Os recentes protestos em São Paulo sinalizam que as manifestações durante a Copa terão um perfil diferente das de 2013.

Segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil, a atual movimentação organizada nas ruas é marcada por uma dobradinha entre movimentos sociais e sindicatos, e parece ter comandos e pautas mais definidos – apesar da eventual participação de grupos de tendência mais anarquistas, como os organizados em torno dos atos #NãoVaiTerCopa.

Nas manifestações ocorridas na segunda-feira, os sindicalistas do Metrô ganharam o apoio de diversos movimentos sociais. A intenção dos ativistas era transformar a causa salarial de uma categoria em um protesto geral, nos moldes dos ocorridos durante a Copa das Confederações.

“Somos todos metroviários”, gritavam os ativistas. Contudo, o recente protesto nas ruas do centro de São Paulo não reuniu as multidões presentes nos atos do ano passado.

A greve do metroviários ganhou a solidariedade de movimentos sociais como o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), e ganhou corpo com a participação de outros grupos, em boa parte graças, segundo especialistas, à internet.

“Se antes o movimento era amplo e difuso, e tinha uma pauta variada, o movimento atual é direcionado. É uma organização tradicional vitaminada pelas redes sociais”, disse à BBC Brasil o sociólogo Paulo Baía, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“E nós teremos Copa e teremos manifestações. Os movimentos sociais vivem de oportunidades políticas e a Copa é o grande momento de visibilidade para esses grupos”, diz Prestes.

Fonte: BBC Brasil

Governo do Estado dá exemplo de transparência na gestão pública

trans

O dever de transparência dos gestores públicos é consagrado em lei há mais de 20 anos. Está no Artigo 37 da Constituição Federal, subentendido entre os cinco princípios que regem a administração de todos os entes federativos: legalidade, impessoalidade, moralidade publicidade e eficiência. No Brasil, a obrigação foi reiterada, de forma explícita, na Lei Federal 12.527/ 2011, e o Pará está entre os Estados que melhor cumprem essa determinação, segundo o Índice de Transparência medido pela Associação Contas Abertas.

Neste ano, o Pará subiu dez posições no Ranking Nacional da Transparência, composto desde 2012. Na medição mais recente, em maio de 2014, a evolução do Estado no período 2012-1014 só está abaixo do Piauí, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O índice de transparência é calculado a partir da avaliação dos sites de transparência dos governos estaduais, feita por especialistas em finanças públicas. Os principais critérios são: conteúdo, série histórica e frequência de atualização e usabilidade.

O Portal do Estado do Pará saltou da 22ª colocação, em 2012, para a 12ª este ano, com uma nota geral que saltou de 4,15 para 6,37. Com este resultado, o Pará supera a média nacional, que é de 5,66, e torna-se o mais transparente da região Norte, cuja média é 4,27. O portal paraense teve um progresso de 70,5% no critério “conteúdo”, analisado com maior rigor nessa edição. A análise completa do Índice de Transparência do ano de 2014 e anos anteriores, a metodologia usada e o ranking dos portais de transparência de todos os Estados podem ser obtidos no sitehttp://indicedetransparencia.com.