Arquivo da categoria: Santarém

Leitor aciona o blog para informar que a praia do Carapanari em Santarém não é mais pública

 

Leia o desabafo de um leitor que acionou o blog, para informar que a praia do Carapanari já está toda loteada, e que possuiu “dono”. O mesmo pediu para não citar seu nome. Abaixo o texto enviado ao blog.

Nesse fim de semana que passou, estávamos com um grupo de visitantes , que pediram pra conhecer a Praia de Carapanari

Infelizmente tivermos o desprazer de não conhecer o local devido ser uma praia totalmente particular, na qual para conhecer é preciso comprar um terreno naquela área.

Fica minha sugestão ao secretário de turismo de Santarém, para que informe a população que a praia do Carapanari não é pública, e sim de quem possui um terreno no local. Pois para entrar na praia é preciso tentar atravessar os terrenos de particulares.

Ainda fomos informados por um morador de uma comunidade próxima ao Carapanari, que quando você está na praia, na frente de algum terreno, o dono vem logo reclamar que a praia é dele, e que o local é particular.

Fica a sugestão ao secretário. 

O QUE DIZ A LEI

A constituinte de 1988, foi editada a Lei 7.661/88 , cujo dispor instituiu o “Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro – PNGC”, estabelecendo, dentre outros assuntos, normas atinentes ao uso e ocupação da zona costeira.

Art. 10 – As praias são bens públicos de uso comum do povo, sendo assegurado sempre, livre e franco acesso a elas e ao mar, em qualquer direção e sentido, ressalvados os trechos considerados de interesse de segurança nacional ou incluídos em áreas protegidos por legislação específica..

§1º- Não será permitida a urbanização ou qualquer forma de utilização do solo na zona costeira que impeça ou dificulte o acesso assegurado no caput deste artigo.

 

ATENÇÃO: Ruas de Santarém apresentam semáforos com problemas técnicos

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), informa que algumas sinalizações semafóricas amanheceram apagadas em decorrência da falta de energia elétrica ou no local estar funcionando somente em uma fase. 

Os semáforos com problemas ocasionados por falta de energia estão localizados nos cruzamentos das Avenidas Barão com rui Barbosa, Dom Frederico com Álvaro Adolfo, Curuá-una com Ismael Araújo, Barão com Borges Leal, Rui Barbosa com Barjonas de Miranda, Anísio chaves com Jasmim. 

A Secretaria ressalta que o problema não é nos equipamentos de sinalização. Assim que o fornecimento de energia for restabelecido por completo, as sinalizações semafóricas voltarão a funcionar. A SMT orienta os condutores de veículos e pedestres para redobrarem a atenção.

Prefeitura de Santarém.

OPINIÃO: Algumas dúvidas que ainda pairam no ar, sobre o resgate dos tripulantes desaparecidos

O blog mostra alguns pontos importantes do processo de resgate dos tripulantes do Rebocador da empresa Bertolini.

Porque uma empresa de grande porte (Bertolini), está agindo de forma amadora ???

1) O Empurrador da empresa Bertolini, foi encontrado a 15km do local em que ocorreu a colisão, graças ao uso de 2 sonares (Marinha do Brasil).

BLOG: Ou seja, os Bombeiros estavam “enxugando gelo”. Iam passar mais de 1 ano mergulhando para poderem encontrar o casco do rebocador, e ainda corriam o risco de morte, pois não possuíam equipamentos apropriados.

2) A empresa Bertolini irá apresentar um plano de salvamento para aprovação da Marinha do Brasil, a fim de iniciar a reflutuação do Empurrador (Marinha do Brasil).

BLOG: Faz exatamente  1 semana de quando ocorreu o naufrágio, e a empresa “ainda vai apresentar” um plano de resgate para, “ainda ser analisado e aprovado pela marinha”.

-Qual o prazo disso ocorrer ???

-Se passou 1 semana e esse plano ainda não está pronto. Até na hora do resgate existe burocracia ???

-A empresa Bertolini, “ainda vai contratar” uma empresa especializada para fazer o resgate do rebocador. 

BLOG: A empresa Bertolini não possui um “plano de atendimento emergencial” que é para orientar pessoas e equipes responsáveis pelo atendimento a emergências, definindo as primeiras ações a serem adotadas e os recursos humanos e materiais a serem disponibilizados ???

BLOG: Uma empresa de “grande porte” não estava preparada, caso um rebocador seu naufragasse no Rio Amazonas???

O ACIDENTE

O rebocador com nove balsas carregadas com grãos colidiu com o navio cargueiro na madrugada de quarta-feira (2), por volta de 4h30.

De acordo com a Capitania Fluvial de Santarém, no empurrador havia 11 pessoas, sendo 9 tripulantes e dois passageiros. Duas pessoas conseguiram se salvar. Elas foram resgatadas e levadas de lancha para Santarém.

Vereador Reginaldo Campos é preso em operação da Polícia Civil e Ministério Público

Vereador Reginado Campos

A Superintendência Regional do Baixo e Médio Amazonas, com o apoio do Ministério Público, deflagrou operação denominada “Operação Perfuga” que no latim significa “o desertor” no sentido de “que ou aquele que abandona suas convicções, sua religião, seu compromisso ou a causa de que era defensor”. A operação foi batizada com este nome porque os são investigados funcionários públicos que firmaram o compromisso de bem servir a sociedade, porém abandonaram esse mister, passando a agir em interesse estritamente particular. 

O inquérito policial apura crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa. 

A Polícia Civil e Ministério Público estão cumprindo 2 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de prisão temporária, 5 conduções coercitivas e 25 mandados de busca e apreensão. Entre as buscas estão a sede da Câmara Municipal de Santarém e a sede da SESPA em Santarém, e ainda em uma sala do hospital regional, onde funciona o setor de regulação da SESPA. 

Estima-se que o prejuízo aos cofres públicos seja de aproximadamente R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). 

Pessoas procuravam o Vereador Reginaldo Campos para solicitar a facilitação de agendamentos de consultas e exames, essas demandas eram repassadas para a técnica em enfermagem, servidora pública que exercia sua funções no regulação da SESPA, a qual providenciava o efetivo agendamento através dos outros servidores do setor. 

A servidora da SESPA Sarah Campinas, que recebia as demandas repassadas pelo Vereador Reginaldo Campos também recebia remuneração mensal da Câmara dos Vereadores, sem a devida contra prestação do serviço público. 

No decorrer das investigações, foram identificadas outras pessoas que também eram servidores “fantasmas”, ou seja, recebiam remuneração sem a devida contra prestação do serviço público, tendo entre os servidores fantasmas advogados e pessoas ligadas a lideranças de bairro ou líderes religiosos. 

Outros servidores da Câmara também concorreram para a prática de crimes de peculato, e tentaram prejudicar as investigações falsificando documentos e prestando informações falsas, além de autorizarem e efetivamente procederem as contratações e pagamentos dos servidores “fantasmas”, mesmo tendo conhecimento que não estava ocorrendo a contra prestação do serviço público. 

 

Com informações da Polícia Civil

Festa da Agricultura Familiar movimenta Parque de Exposições Governador Alacid Nunes

A pouco menos de três dias para realização da 40ª Feira Agropecuária e Agroindustrial do Baixo Amazonas, que teve sua largada iniciada sábado (5) com a Cavalgada que percorreu importantes vias da cidade, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) e do Núcleo de Incentivo à Produção Familiar (Niprof), realizou a 1ª Festa da Agricultura Familiar, no Parque de Exposições Governador Alacid Nunes neste domingo (6).

Prefeito de Santarém Nélio Aguiar

A programação foi pensada como uma forma de interagir e integrar as várias culturas existentes no município dentro da linha de produção familiar, com ênfase principalmente nas culturas do feijão manteiguinha, milho e da macaxeira e mandioca.

Rainha da Feira e 2ª Princesa

O evento iniciou com as falas das autoridades, palestra sobre a podridão das raízes da mandioca e macaxeira proferida pelo professor doutor da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) Carlos Ivan Aguilar, que acredita que a participação e conhecimento dos produtores são uma poderosa ferramenta para prevenir doenças. “Esse é um problema muito grave com perdas significativas e que o produtor só começa a perceber a doença com tempo e, às vezes, já é um pouco tarde e é preciso substituir por outra variedade. Esperamos ter novas variedades e tentar multiplicar em laboratório juntamente com a Embrapa”.

Artesanato

O coordenador do Niprof Eliseu Ramos explicou a origem da realização da 1ª Festa da Agricultura Familiar, festa que já era realizada no município contemplando duas culturas. “Nos anos anteriores, essa festa acontecia com outra denominação que era o milho e o feijão manteiguinha, mas nós compreendemos que a macaxeira e a mandioca são a base da agricultura familiar e, assim, incluímos estas outras culturas e incluímos o extrativismo, os orgânicos e o nosso objetivo maior é promover a interação”.

Frutas produzidas na região

Ao todo, 13 comunidades, duas associações e o Instituto de Pesquisa da Amazônia (Ipam) estiveram participando do evento. “Não há divisões quando nós do Sindicato Rural tratamos a agricultura, um exemplo é que nós damos a mesma importância ao produtor que planta um pé de cenoura ao que planta 100 mil pés de cenoura. A estrada para escoamento da produção é a mesma e essa união nos traz agregação de valores”, disse Adriano Gabriel Maraschin.

Secretário de Agricultura Bruno Costa

O secretário de Agricultura e Pesca Bruno Costa frisou que as mudanças no evento foram além da nomenclatura, tudo estudado minuciosamente visando a qualidade dos produtos e a forma de apresentação no comércio local. “Essa é uma feira que já vem de outros anos e, neste governo, buscamos sempre o diálogo com as comunidades. Assim, ficou a 1ª Festa da Agricultura Familiar e aqui demos desde a mandioca, que é muito forte na região, e outras que conseguimos alcançar como o próprio açaí”.

Prefeito de Santarém visitando as barracas da feira

A Festa envolveu as comunidades São Raimundo da Palestina, São Francisco da Cavada, Lírio do Vale, Poço Branco, Nova Aliança, Boa Esperança, Tiningú, Murumurutuba, Perema, J.P, Cruzeiro, Perema, Boa Fé, Jacamin, além da Associação Flores do Tapajós, Associação de Orgânicos que estiveram expondo seus produtos além de apresentarem danças e representantes das respectivas comunidades no concurso de beleza.

 

 

Martha Costa/Semap

Carreata da Feira Agropecuária de Santarém mobiliza cavaleiros e produtores rurais da região

Faltando menos de uma semana para o início da 40ª Feira Agropecuária e Agroindustrial do Baixo Amazonas, o Sindicato Rural de Santarém realizou na manhã deste sábado (05), a tradicional carreata de divulgação do evento.

Cerca de 170 cavalos de sete comitivas integraram o comboio, formado também por máquinas agrícolas, caminhões, motos e vários carros de passeios. A saída foi na frente do Parque de Exposições Gov. Alacid Nunes no início da manhã.

O grupo seguiu por várias ruas do bairro da Prainha, Santa Clara, Aparecida e Aldeia. O ponto final foi a Praça Júlia Passarinho. Após a dispersão os participantes participaram de um almoço na área interna do Parque.

A 40ª Feira Agropecuária e Agroindustrial do Baixo Amazonas, começa na próxima quarta-feira (09) de agosto. A expectativa é que mais de 200 mil pessoas passem pelo local do evento durante os 7 dias de realização. Além da exposição de animais, produtos e serviços palestras, leilões e shows regionais e nacionais também integram a programação.

 

Dannie Oliveira.

GRAVADO EM SANTARÉM: O drama da escravidão moderna na Amazônia brasileira chega à TV

Não se deixe enganar pelo nome, Nova Esperança não é um lugar para sonhos. Conhecida pela beleza paradisíaca, a cidade paraense em território amazônico esconde a violência da exploração do trabalho escravo.

As histórias silenciadas, baseadas em fatos reais, serão apresentadas ao público às 00h30 no domingo.

Dirigida por Thiago Foresti e Renan Montenegro, a minissérie “Cidade Invisível” conta, em cinco episódios, as histórias entrelaçadas dos personagens que lutam para sobreviver em Nova Esperança. Fragilizados pela realidade violenta e cruel, Edmilson, Rubens, Ivonete e Alex são obrigados a abandonar os desejos de melhorar de vida, enquanto pessoas como Moacir, filho do homem mais rico da cidade, seguem sua rotina alheias às esperanças destruídas dos trabalhadores.

Moacir Medeiros, jovem médico que retorna à cidade natal depois de anos no exterior, representa um fragmento da sociedade que raramente reconhece a existência da escravidão moderna. Ao se confrontar com seus privilégios, Moacir deverá realizar uma escolha sobre o seu futuro.

VEJA O TRAILER  DA MINISSÉRIE 

A série une o entretenimento com a reflexão sobre questões atuais, corriqueiramente retratadas nos jornais. A obra  estimula o debate sobre as condições de trabalho no mundo contemporâneo. Cada episódio segue o caminho de um dos cinco protagonistas e mostra a escravidão moderna, o trabalho infantil, a prostituição e a exploração, temas que atingem personagens reais todos os dias no Brasil.

A minissérie, com a participação especial de André de Biase e Patrícya Travassos, estreia às 00h30 do dia 6 de agosto na TV Cultura. No primeiro episódio, o público acompanha a jornada de Edmilson, aliciado para o desmatamento no meio da Floresta Amazônica. Vítima de condições degradantes, Edmilson conta com a sorte para salvar a sua vida.

Realizada pela Forest Comunicação, produtora independente especializada em temas socioambientais, a série vai ser exibido como parte do programa Cine Brasil na TV Cultura, dedicado a divulgar a nova dramaturgia brasileira. O programa vai ao ar nas madrugadas de sábado para domingo a partir de amanhã (6), até 2 de setembro. Fique ligado na programação do canal para não perder os próximos episódios!

 

Codec promove visita técnica à área do Distrito Industrial de Marabá

Cidade de Marabá

A Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) promoveu na última quinta-feira (3), junto à Prefeitura de Marabá, Câmara Municipal e setor produtivo local, uma reunião com o objetivo de apresentar a área do Distrito Industrial aos vereadores da cidade e discutir pontos de melhoria para o polo.

No centro de convivência do distrito, os vereadores representantes da prefeitura e diretores da Associação Comercial de Marabá (Acim) ficaram a par das ações que a Codec vem executando a fim de resgatar a competitividade no polo. Em seguida, eles fizeram uma visita técnica à área do distrito, que recebe a etapa inicial das obras de revitalização dos Distritos Industriais do Estado, iniciadas em julho deste ano pelo governo.

Segundo o gerente de Relações Institucionais da Codec, Ricardo Carneiro, o objetivo é tornar os Distritos Industriais paraenses mais competitivos, melhorando o ambiente de negócios nas áreas distritais e para que possam recepcionar novos investimentos. “Assim como em Ananindeua, estamos trazendo ao polo de Marabá obras de revitalização, como tapa buracos, pavimentação, abertura de novas vias e limpeza geral, e aliamos isso a diversas ações institucionais com o objetivo de destinar novas áreas para novos empreendimentos”, disse.

 

Por Igor Nascimento/Agência Pará. 

MPE quer acabar com o abastecimento de veículo particular com recursos públicos para vereadores

O Ministério Público de Santarém ajuizou Ação Civil Pública em face da Câmara Municipal e o Município de Santarém, para que seja declarada a nulidade e imediata suspensão dos efeitos da Resolução 001/2017, que permite aos vereadores o abastecimento de combustível custeado pelo poder público, em veículo próprio ou particular – segundo o ato normativo, quando faltar veículo oficial para exercício de suas funções.

O MP afirma, dentre outras situações, não haver possibilidade de individualizar o quantitativo de combustível que seria utilizado para os deslocamentos externos, e ainda, que a ação legislativa permite programação para usar veículo oficial e/ou locado à Câmara de Vereadores. 

A ação foi ajuizada nesta quinta-feira (3/08), perante a 6ª Vara Cível, pela 9ª promotoria de Justiça de Santarém. A Resolução nº. 001/2017, da Câmara de Vereadores de Santarém, de 12 de junho de 2017, “dispõe sobre o uso de veículo para fins do disposto no artigo 11, incisos XIV e XVII da Lei Orgânica e dá outras providências”. 

A resolução possibilita usar veículo oficial ou a serviço da Câmara sempre que o vereador necessitar se deslocar na zona urbana, rural ou região de rios, a serviço das Comissões, ou para exercer atividades de fiscalização, previstas na Lei Orgânica do Município de Santarém. Em seu artigo 2º, faculta à administração, no caso da impossibilidade de concessão de veículo oficial ou a serviço da Câmara Municipal, a concessão de combustível ao vereador que fizer uso de veículo próprio e/ou particular, desde que caracterizado o exercício das prerrogativas fiscalizadoras e demais atribuições legais do Legislativo Municipal. 

O MP observa que a Câmara possui 21 vereadores, para uma cidade com população estimada de 294.227 habitantes, e deve possuir planejamento para atender às necessidades de eventuais deslocamentos de seus parlamentares, “bastando que se adote rotina na Casa de Leis, sendo que não pode a excepcionalidade da urgência que demande a presença de um vereador servir para legitimar a falta de organização no uso do recurso público”.  
 

Lila Bemerguy, de Santarém 

SMT decide não implementar mudança de fluxo no cruzamento da Curuá-Una com Mendonça Furtado

Cruzamento da Avenida Curuá Una com Mendonça Furtado

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) decidiu não implementar a mudança de sentido de fluxo no cruzamento das Avenidas Curuá-Una e Mendonça Furtado.

As propostas de mudanças no trânsito naquele trecho estão sendo discutidas desde março. Após novas reuniões e estudos minuciosos do setor de engenharia e tráfego, a secretaria decidiu reavaliar a alteração e manter o fluxo de antes.

Durante o período de observação e análise de comportamento de condutores e pedestres, identificou-se que a proibição da conversão à esquerda no sentido Curuá-Una/Mendonça aumentaria o fluxo de veículos realizando a conversão à direita. Desta forma, devido ao estreitamento, declive e aclive da Avenida Mendonça Furtado a via poderia se transformar em um ponto de conflito com alto risco de colisões, principalmente por ser uma Avenida estreita e de mão dupla.

Além disso, constatou-se que haveria necessidade de retirada do abrigo de ônibus que está instalado no cruzamento das duas vias obrigando os usuários a se deslocarem para o próximo ponto que fica em frente à Praça Elias Pinto, o que geraria outros transtornos.

O estudo de proibição de conversão à esquerda foi realizado em dois momentos. Em março, no período letivo das instituições de ensino e em julho, período de férias escolares. A intenção de analisar a mudança em dois períodos distintos foi garantir e analisar detalhadamente a proposta com a finalidade de buscar um resultado eficiente.

Durante os períodos de testes nas vias, a equipe técnica da SMT permaneceu no local acompanhando o movimento de veículos e de pedestres, garantindo a segurança.

 

SMT/Prefeitura de Santarém

 

Vereador Antônio Rocha cobra serviços de terraplanagem e recuperação de ruas em Santarém

Andar, seja a pé ou em qualquer tipo de veículo, se tornou um desafio para quem mora às proximidades, ou precisa passar pela rua Augusto Meira, entre a Rodovia Santarém/Curuá-Una e a travessa Turiano Meira, no bairro Interventoria. 

As condições de trafegabilidades inadequadas se devem à grande quantidade de buracos formados no leito da via, situação que vem interferindo diretamente na fluidez do trânsito na área. 

Situação parecida é encontrada na rua da Vida, em toda a sua extensão, desde a Rodovia Santarém/Curuá-Una, até o Residencial Curuá-Una, no bairro São José Operário. O ir e vir dos moradores desse trecho, e da população de forma geral, está cada vez mais difícil, devido as condições do leito da via. 

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 1º de agosto, o vereador Antonio Rocha apresentou os Requerimentos nº 839 e 840/2017, solicitando respectivamente da Secretaria Municipal de Infraestrutura, providências urgentes e necessárias, a fim de que serviços de terraplanagem sejam efetuados na rua Augusto Meira, e de recuperação na rua da Vida, garantindo assim a trafegabilidade das mesmas.

Instituto Maestro Wilson Fonseca prorroga as inscrições para novas vagas

O Instituto Maestro Wilson Fonseca (IMWF), com o apoio da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SEMC) prorrogou até sábado (05), as inscrições para novas vagas nos cursos: música, dança e teatro. Os interessados podem procurar a secretaria da IMWF, nas dependências da Casa da Cultura, localizada na Avenida Borges Leal, 1558, entre a Avenida Barão do Rio Branco e a Travessa Silvino Pinto, no bairro Santa Clara.

Segundo o diretor do IMWF, Agostinho Fonseca foram ofertadas, o total de 200 vagas, distribuídas, nos cursos:

MÚSICA.

Cordas (150 vagas)

Instrumento de sopro (100 vagas)

Percussão (50 vagas)

Dança (50 vagas)

Teatro (50 vagas)

“No ato da inscrição será solicitado do (a) candidato (a), as cópias do R.G. e comprovante de residência. Caso seja menor de idade deverá ser acompanhado pelo responsável e deverá apresentar a certidão de nascimento e comprovante de residência. A faixa etária na maioria dos cursos é  a partir de quatro anos de idade, sendo a exceção no curso de cordas, a partir de oito anos de idade”, explicou.

As aulas estão previstas para iniciar, no dia 07/08.

Prefeitura de Santarém estuda aumento no número de Agentes de Trânsito e de Mototaxistas

A Prefeitura de Santarém estuda o aumento do número de agentes de trânsito e do número de permissões para mototaxistas. A informação foi dada pelo secretário municipal de Mobilidade e Trânsito Paulo Jesus, na manhã desta quarta-feira (26), durante uma reunião com mototaxistas. 

Atualmente, há 823 mototaxistas cadastrados na SMT. “Vamos fazer agora o recadastramento de todas as permissões para que possamos ver a condição de cada uma delas e vamos preparar o processo para ampliar o número de oficiais, por meio de um processo licitatório”, destacou o secretário. 

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), o número de agentes atuando na fiscalização é de 24 profissionais. “O prefeito já autorizou que seja feita a contratação de mais 50 agentes de trânsito por meio de concurso público. Vai ser elaborada a lei para ser encaminhada ao Legislativo para que o Município possa, por meio de licitação, contratar a empresa que vai gerenciar esse processo. Isso tudo são medidas que estão sendo tomadas para que a gente amplie a capacidade de fiscalização”, destacou o secretário Paulo Jesus. 

A principal reivindicação dos mototaxistas, que foi em relação às fiscalizações, estão sendo feitas. “Tem sido permanente e ampla para todas as irregularidades para veículos de duas ou quatro rodas. Essas ações têm sido em conjunto com as demais forças de segurança. O Município está tomando providências e vamos estabelecer diálogo permanente para essas questões”, finalizou. 

 

 Prefeitura de Santarém.