/Candidato a presidente pelo PT, defende a descriminalização da maconha

Candidato a presidente pelo PT, defende a descriminalização da maconha

Fernando Hadadd, candidato a presidente pelo PT, defende a descriminalização da maconha no Brasil, em seu plano de governo.

Em uma sabatina promovida pela Casa do Baixo Augusta e pelo site Catraca Livre, no mês de Agosto de 2018, o presidencial defendeu a proposta de descriminalização.

Segundo ele, esse já era o espírito da lei de 2006 que fixava o combate ao tráfico e descriminalização do uso. Na sua opinião, a lei foi desvirtuada ao delegar à autoridade policial definir uso e tráfico. E, por isso, essa lei será revisada.

Para Haddad, “encarcerar o usuário vai levar o país à explosão”. “A descriminalização está dada. O problema é a interpretação da lei”, disse. Insistentemente questionado se já havia fumado maconha, Haddad respondeu: “Quando era jovem, experimentei”. 

Leia abaixo o ponto do plano de governo de Fernando Hadadd.

Compartilhar