/BARBÁRIE: Brasileiro é enforcado em praça pública na Bolívia

BARBÁRIE: Brasileiro é enforcado em praça pública na Bolívia

 

O amapaense Vinicius Maciel, de 32 anos, foi torturado e enforcado na noite da última segunda-feira (19), em uma praça no centro da pequena cidade de San Julián, na Bolívia. Segundo a polícia local, Vinicius, que morou por anos em Ananindeua/PA, antes de emigrar, foi morto depois de cobrar uma dívida de um casal. O crime ocorreu por volta de 23h50, na cidade que fica a 150 quilômetros de Santa Cruz de La Sierra, mais populosa cidade do país. Vinicius foi linchado por moradores após a mulher que devia o dinheiro ter dito que ele era um assaltante.

Após o suposto pedido de socorro, os bolivianos prenderam o brasileiro e começaram a agredi-lo com chutes e socos. Em um vídeo estarrecedor que circula nas redes sociais, é possível ver Vinicius explicando para os agressores que estava apenas cobrando uma dívida do casal. A Policia local ainda está investigando o caso para esclarecer se o brasileiro estava de fato tentando resolver um problema de pagamento ou se tratava de um assalto.

Segundo o comandante Alfonso Siles, em entrevista à revista Exame, os agentes de segurança chegaram antes de o brasileiro ser enforcado, mas a multidão impediu que eles fossem até a praça. Depois da morte, os policiais negociaram com os moradores para retirar o corpo e levá-lo ao necrotério. “O corpo foi levado até o necrotério de Santa Cruz de La Sierra, onde uma equipe multidisciplinar da Força Especial de Luta contra o Crime e o Ministério Público esperam os resultados da autópsia”, explicou o comandante da Polícia da Bolívia em entrevista à publicação brasileira.

O caos reina no município de San Julián, que está há três semanas sem policiais apos as instalações da Polícia serem queimadas em um protesto durante um conflito com os moradores da cidade. Os linchamentos têm sido cada vez mais frequentes da Bolívia, com os criminosos alegando que é uma maneira de “fazer justiça comunitária”.

Compartilhar