Todos os posts de augustoalves

Hospital Regional do Baixo Amazonas realiza Simpósio de Psicologia

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), vai realizar nesta quarta-feira, 23/8, o ”X Simpósio de Psicologia: a Psicologia Hospitalar com Olhar Psicanalítico”. A psicologia hospitalar atua de forma a compreender e acolher o sofrimento das pessoas que passam por momentos difíceis durante o tratamento em uma instituição de saúde.

As atividades dos psicólogos no ambiente hospitalar são amplas, podendo envolver uma série de atendimentos, como psicoterapia de grupo, avaliação diagnóstica, psicodiagnóstico, consultoria e inter consulta, além de atendimentos em ambulatórios, enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva.

PROGRAMAÇÃO

23/8

14h – Abertura do evento

14h20 – Atuação do psicólogo no HRBA e apresentação do setor Psicossocial – Palestrante: psicóloga hospitalar do HRBA, Gabriela Noronha Fortes

15h – O discurso do analista no hospital: considerações sobre transferência – Palestrante: psicanalista (Belém-PA), Vanusa Balieiro do Rego

16h40 – Coffee break

17h – Possibilidades de atuação da Psicologia na Traumatologia e Ortopedia – Palestrantes: residentes de Psicologia do HRBA, Tássia e Karoline

17h30 – O trabalho do analista no hospital junto aos sujeitos ditos crianças – Palestrante: psicanalista (Belém-PA), Vanusa Balieiro do Rego

SERVIÇO

Tema: X Simpósio de Psicologia
Data: 23/8
Horário: 14h
Local: auditório do HRBA

OUÇA: Justiça autoriza divulgação de conversas telefônicas do Vereador Reginaldo Campos

Vereador Reginaldo Campos

Atendendo um pedido feito pelo delegado de Polícia Civil, José Kleidson de Castro, nos autos do processo de número 0002422.32.2017.8.14.0051, solicitando a autorização judicial para a divulgação de trechos de áudios interceptados pela polícia durante a Operação Perfuga, o juiz Rômulo Nogueira Brito, autorizou tornar público os grampos telefônicos envolvendo alguns dos investigados na operação.

O alvo central dessa investigação é o vereador Reginaldo Campos (PSC), que encontra-se preso por ordem da Justiça. 

Na sua decisão em autorizar a divulgação de parte das gravações, o juiz considerou que “o poder exercido pelos agentes políticos é de titularidade do povo, o qual tem direito de conhecer os autos vinculados aos ofícios públicos, levando ao cabo o princípio constitucional da publicidade, o qual deve ser o cerne dos atos públicos. No caso em que comento, averíguo que manter sigilo sob informações, que versem sobre informações de interesse público, seria retirar do povo um direito fundamental, indo além, digo que seria aforar uma regressão de direitos. Assim sendo, defiro o requerido, para autorizar a divulgação de trechos de áudios interceptados, mencionados nos autos circunstanciados”, decidiu o juiz.

Ouça alguns trechos das conversas que envolvem principalmente o vereador Reginaldo Campos e os servidores Samuel Fernandes, assessor parlamentar, e Andrew Oliveira da Silva, funcionário do RH, além do sogro do vereador, Mário Francisco Fialho Cabral.

Em um dos diálogo é possível entender que o VEREADOR REGINALDO apropria-se do valor integral do salário de seus assessores.  

A partir de agora, você confere os áudios na íntegra destes trechos autorizados pela Justiça.

Do Blog Quarto Poder

Atleta santareno irá participar do Campeonato Brasileiro de Canoagem

O atleta santareno, de 20 anos, apoiado pelo Governo do Estado, participará do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, em Curitiba-PR.

Destaque da canoagem na região oeste do Pará, Héricles Miranda tem um novo desafio. O atleta santareno, de 20 anos, apoiado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), participará entre os dias 31 de agosto e 3 de setembro do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, em Curitiba-PR.

O Campeonato reúne grandes nomes deste esporte e é considerada a grande prova do calendário nacional da modalidade. Lá estarão presentes atletas de todo o Brasil, incluindo os da Seleção Brasileira de Canoagem, que disputaram os Jogos Olímpicos Rio 2016. Héricles e seu treinador viajam já na próxima semana para Curitiba, para um período de aclimatação, para se ambientar às baixas temperaturas que fazem neste período do ano na região Sul do Brasil.

Para competir de igual para igual com atletas de todo o Brasil, Héricles trabalha duro e diariamente tem uma intensa rotina de treinos, nas águas do Rio Tapajós, além de uma alimentação balanceada. Ele é acompanhado por seu irmão Jackson Thomas Miranda, atual treinador, com quem iniciou sua carreira aos 11 anos de idade. No Brasileiro, Héricles tentará medalhas na categoria Sênior K1, K2 e K4 em provas de 200 metros.

“Para mim é a competição mais esperada do ano. É onde se reunirão atletas de todo o Brasil, atletas que estavam nas Olimpíadas e que integram a Seleção Brasileira. Eu espero alcançar bons resultados, tendo em vista o trabalho que fizemos durante os treinamentos por quase oito meses. Espero trazer medalhas, mas caso não venham as medalhas, espero ficar entre os melhores do Brasil, mais uma vez, e se tudo der certo, que eu possa ingressar na Seleção Brasileira, na categoria Sub-23, no ano que vem”, disse Héricles.

O atleta, estudante do curso de Educação Física e associado à Associação Santarena de Canoagem e Ecologia (Ascae), iniciou no esporte aos 11 anos, competindo ao lado do irmão. Em 2013 começou a participar de competições de alto rendimento, em nível nacional.

Héricles vem ganhando destaque no cenário brasileiro com grandes resultados: 1º lugar no Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona Ecoturismo/XXXI Travessia do Rio Araguaia, na cidade de Aruanã-GO (2014); 2º lugar no Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona, realizado em Redenção da Serra –SP (2014) – competição na qual conseguiu o índice para participar do mundial em Oklahoma, nos EUA -; 2º lugar no Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona, em Palmas – TO e 3º lugar no Controle Nacional II de Canoagem de Velocidade, realizado em Curitiba – PR (2016).

INCENTIVO

Devido aos expressivos resultados, Héricles concorreu e foi selecionado para receber o Bolsa Talento, um programa implantado pelo Governo do Pará em 2000, com objetivo de estimular o desenvolvimento físico, social e psicológico do atleta, trabalhando com as modalidades semiolímpicas, olímpicas, amadoras e paralímpicas. O incentivo mensal pago no valor de R$ 1.018,67 contribui para o pagamento de despesas do atleta com o esporte, auxiliando-o a competir em alto nível.

Além do incentivo financeiro, o Governo do Estado, por meio da Seel, implantou no início deste mês, nos municípios de Santarém e Oriximiná, no Baixo Amazonas, dois polos do Pará Aquático, programa que visa revelar e garantir a formação de novos talentos da Canoagem, atendendo jovens, principalmente os de baixa renda, na faixa etária dos 13 aos 18 anos.

 

Por Samuel Alvarenga

Agência Pará

 

Tarifa intermunicipal de ônibus aumentou 40% em 1 ano e 6 meses, em Santarém

Vereador Valdir Matias

Na manhã desta segunda-feira (21), o vereador Valdir Matias Jr (PV), levou à tribuna da Câmara de Vereadores esse assunto, já que o reajuste ainda não foi bem digerido pelos comunitários, principalmente pelos estudantes que pagam a meia passagem.

O líder do PV lembrou que em 2016, o Conselho Municipal de Transportes apresentou ao Poder Executivo, uma proposta de 20% de aumento da passagem, aceita naquela ocasião pelo então prefeito Alexandre Von. Na atual gestão, o mesmo conselho deliberou sobre um novo reajuste também de 20%, que foi atendido pelo prefeito Nélio Aguiar (DEM).

Valdir Matias Jr., disse que o Conselho Municipal de Transporte precisa ter bom senso na hora de deliberar sobre propostas de aumento das tarifas dos serviços de transporte público, levando em conta sempre as necessidades da população e à realidade da economia. “Em menos de um ano e meio, o Conselho apresentou duas propostas de reajuste que este ano foi atendido. Do valor antigo da passagem, que era de R$ 3, 00, para os atuais R$ 3,60 houve um reajuste de 40%. Nenhum outro produto teve um aumento de 40% nos últimos anos no país”, disse o vereador.

O vereador reforça a importância do Conselho em considerar os anseios dos usuários do setor de transporte público para então apresentar suas planilhas de custos e sugerir o reajuste atendendo a todos os os interesses.

Confira os valores reajustados para as tarifas do serviço de transporte coletivo intramunicipal:

Alter do Chão – R$ 3,60

Ponta de Pedras – R$ 3,60

Boa Esperança – R$ 4,80

Curuá-Una – R$ 10,80

Santarém-Mirim – R$ 18,00

Palmas do Ituqui – R$ 21,60

Igarapé-Açú – R$ 10,80

Buerú – R$ 14,40

Igarapédo Pimenta – R$ 4,80

Igarapé das Pedras – R$ 16,80

São Francisco de Água Azul – R$ 15,60

Santa Rosa – R$ 3,60

Murumurutuba – R$ 3,60

Santa Cruz – R$ 3,60

Associação do Ministério Público emite nota de repúdio contra a OAB de Santarém

A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep), entidade de classe que congrega os membros do Ministério Público do Estado do Pará, vem a público desagravar e repudiar as declarações a respeito da operação Perfuga que investiga crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa, envolvendo agentes públicos na Câmara Municipal de Santarém.

Os promotores de justiça José Augusto Nogueira Sarmento e Ramon Furtado Santos participaram da ação, feita em conjunto com a Polícia Civil. Esta Associação repudia veemente as ofensivas e inverídicas declarações proferidas contra o Ministério Público por meio do presidente da subseção da OAB, Ubirajara Bentes de Souza Filho, durante entrevista coletiva realizada na sexta-feira (18).

Com o objetivo de elucidar os fatos, a Ampep presta os seguintes esclarecimentos:

– Os advogados alvo da ação foram transportados em carros do Ministério Público, sem uso de viaturas. Suas imagens e nomes foram preservados. Após a prisão, a custódia passa a ser da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (SUSIPE). Em recente reunião realizada na Vara de Execução Penal ficou acertado que enquanto a OAB está viabilizando a construção da Sala de Estado Maior na penitenciária local os custodiados continuarão a serem destinados ao quartel de Corpo de Bombeiros.

– O artigo do Estatuto da Advocacia (Lei 8.906/1994) que trata da necessidade comunicação expressa à seccional da OAB não faz referência acerca da forma e prazo. Cabe frisar que esta formalidade foi cumprida pelo Ministério Público por meio do envio de mensagem formal e clara ao representante do OAB via aplicativo de mensagens para celular e também reforçada via entrega de um ofício redigido pela Polícia Civil.

Esta Associação reafirma ainda o seu compromisso em defender as prerrogativas dos membros do Ministério Público e repelir quaisquer interferências ou iniciativas difamatórias a seus associados. Os membros ministeriais pautam seus atos em normas e leis, agindo sempre em prol da sociedade de um modo geral.

Nesta linha, esta entidade não aceitará manifestações apaixonadas, típicas daqueles que buscam criar fatos como estratégia jurídica e estará ladeada aos associados na garantia de sua independência e prerrogativas, valendo-se de todas as medidas judiciais (cíveis e criminais) contra qualquer um que se julgar acima da lei.

A Diretoria

ProPaz abre edital para contratação temporária em Belém e outras 5 cidades

A Fundação Pro Paz vai realizar Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de 32 profissionais em funções temporárias de nível superior. A seleção disponibiliza vagas para os municípios de Belém, Santarém, Marabá, Tucuruí, Altamira e Breves.

As vagas são distribuídas entre os seguintes cargos de nível superior: Técnico de Administração e Finanças (Administração), Técnico em Gestão Social (Psicologia), Técnico em Gestão Social (Serviço Social) e Técnico em Gestão Social (Pedagogia). O prazo para inscrição vai do dia 22 de agosto até as 23h59 do dia 23, exclusivamente pela internet.

O salário base para todos os cargos ofertados é de R$ 1.515,30 mais gratificações e auxílios, para carga horária de 30 horas semanais. A seleção dos inscritos será feita por meio de análise documental e curricular, de caráter eliminatório e classificatório, e entrevista pessoal, também de caráter eliminatório e classificatório. A análise será feita entre os dias 24 e 29 de agosto, enquanto as entrevistas estão programadas para o período de 4 a 8 de setembro.

O resultado final será divulgado no dia 18 de setembro, no Diário Oficial do Estado e também no site da Fundação Pro Paz.

 

Do DOL

Secretaria Municipal de Trânsito realiza inversão de ruas no bairro da Prainha, em Santarém

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) realiza a inversão de duas ruas no bairro Prainha. As inversões dão seguimento ao projeto binário desenvolvido pela SMT.

  • Na próxima segunda-feira (21) a Avenida Rosa Passos passará a ter apenas sentido único com o trafego de veículos no sentido bairro-centro entre as Avenidas Mendonça Furtado e Elinaldo Barbosa.
  • Já a Travessa Professor José Agostinho passará pela mudança no dia 11 de setembro, se tornando também mão única entre as Avenidas Mendonça Furtado e Elinaldo Barbosa, com sentido de trafego de veículos centro-bairro.

Por conta da mudança no sentido de trafego na Avenida Rosa Passos, a linha de ônibus Floresta Prainha terá um ajuste operacional em sua circulação, passando a operar a partir da Avenida Mendonça Furtado pela Travessa Professor José Agostinho, Avenida Elinaldo Barbosa, depois seguindo itinerário normal.

A Divisão de Educação para Trânsito da SMT deve realizar ações, com distribuição de panfletos e orientação aos pedestres e motoristas sobre as mudanças. Os proprietários de estabelecimentos comerciais ao longo das duas vias serão comunicados oficialmente e deverão se adequar às mudanças.

Os agentes de trânsito permanecerão na Avenida Rosa Passos e posteriormente na Travessa Professor José Agostinho orientando os condutores com relação às mudanças.

 

SMT/Prefeitura

Câmara não precisa esperar condenação da justiça para iniciar processo de cassação de Vereador

Vereador Reginaldo Campos

Na próxima segunda-feira (21), a Câmara de Vereadores de Santarém irá colocar para votação o “pedido de cassação” contra o Vereador Reginaldo Campos, preso na operação PERFUGA, que investiga os crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa, comandadas pelo vereador, de acordo com denúncias do MPE.

Caso seja aprovado, inicia-se o “processo de cassação” que deverá estar concluído dentro de 90 dias, contados da data em que se efetivar a notificação do acusado.

O pedido de cassação foi protocolado pelo comerciante Neuton dos Santos Santiago.

VEJA ALGUNS PONTOS QUE DÃO FUNDAMENTAÇÃO AO PEDIDO DE CASSAÇÃO. 
OS CRIMES COMETIDOS PELO VEREADOR DE ACORDO COM O PEDIDO DE CASSAÇÃO.  

A Câmara de Vereadores poderá abrir o processo de cassação do mandato de Reginaldo Campos, pois foi identificado durante as investigações do MPE, a nomeação de uma funcionária fantasmas (Técnica de Enfermagem Sarah Campina), para o gabinete do Vereador Reginaldo Campos, o que configuraria “quebra de decoro parlamentar”. 

Também no decorrer das investigações do MPE, foram identificadas outras pessoas que eram servidores “fantasmas”. Eles recebiam remuneração sem a devida contra prestação do serviço público.

A abertura do “processo de cassação” não configura a condenação do vereador, pois o mesmo terá amplo direito de defesa, e após todos os trâmites do processo a Comissão processante emitirá parecer final, pela “procedência ou improcedência da acusação”, e solicitará ao Presidente da Câmara a convocação de sessão para julgamento.

Se tratando de processo de natureza política, a análise do judiciário acerca da “cassação do mandato” do vereador pela respectiva casa (Câmara), se restringe aos aspectos formais de procedimento, velando em especial pelo respeito ao “contraditório e a ampla defesa do parlamentar”.  

O QUE CITA A LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO NESSE CASO.

Art. 16 – Perderá o mandato o Vereador:

I – que infringir qualquer das proibições estabelecidas no artigo
anterior;

II – cujo procedimento for declarado incompatível com o decoro parlamentar;

§ 1º – É incompatível com o decoro parlamentar, além dos casos definidos no Regimento Interno, o abuso das prerrogativas asseguradas a membro da Câmara Municipal ou à percepção de vantagens indevidas.

RITO DE CASSAÇÃO. 

O Decreto-lei nº 201, de 27 de fevereiro de 1967, dispõe sobre a responsabilidade de Prefeitos e Vereadores, elencando hipóteses, em que esses agentes políticos podem sofrer punição pela prática de atos não condizentes com o exercício de sua função. Ele traça as normas de julgamento, tanto nos casos de ‘infrações político-administrativas’, quanto nos casos de cometimento de denominados ‘crimes funcionais’

O RITO PROCESSUAL DE CASSAÇÃO DO VEREADOR REGINALDO CAMPOS DEVE OBEDECER O ARTIGO 5º DO DECRETO 201/67. ELE DESIGNA O MESMO RITO PARA VEREADOR E PREFEITO. 

Art. 5º O processo de cassação do mandato do Prefeito pela Câmara, por infrações definidas no artigo anterior, obedecerá ao seguinte rito, se outro não for estabelecido pela legislação do Estado respectivo: (LEIA AQUI NA ÍNTEGRA O ARTIGO 5º DO DECRETO-LEI Nº 201/67, QUE DISPÕE SOBRE RESPONSABILIDADE DOS PREFEITOS E VEREADORES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS).

 I – A denúncia escrita da infração poderá ser feita por qualquer eleitor, com a exposição dos fatos e a indicação das provas.

II – De posse da denúncia, o Presidente da Câmara, na primeira sessão, determinará sua leitura e consultará a Câmara sobre o seu recebimento.

III – Recebendo o processo, o Presidente da Comissão iniciará os trabalhos, dentro em cinco dias, notificando o denunciado, com a remessa de cópia da denúncia e documentos que a instruírem, para que, no prazo de dez dias, apresente defesa prévia, por escrito, indique as provas que pretender produzir e arrole testemunhas, até o máximo de dez.

IV – O denunciado deverá ser intimado de todos os atos do processo, pessoalmente, ou na pessoa de seu procurador, com a antecedência, pelo menos, de vinte e quatro horas, sendo lhe permitido assistir as diligências e audiências, bem como formular perguntas e reperguntas às testemunhas e requerer o que for de interesse da defesa.

V – concluída a instrução, será aberta vista do processo ao denunciado, para razões escritas, no prazo de 5 (cinco) dias, e, após, a Comissão processante emitirá parecer final, pela procedência ou improcedência da acusação, e solicitará ao Presidente da Câmara a convocação de sessão para julgamento.

VI – Concluída a defesa, proceder-se-á a tantas votações nominais, quantas forem as infrações articuladas na denúncia. Considerar-se-á afastado, definitivamente, do cargo, o denunciado que for declarado pelo voto de dois terços, pelo menos, dos membros da Câmara, em curso de qualquer das infrações especificadas na denúncia.

VII – O processo, a que se refere este artigo, deverá estar concluído dentro em noventa dias, contados da data em que se efetivar a notificação do acusado. Transcorrido o prazo sem o julgamento, o processo será arquivado, sem prejuízo de nova denúncia ainda que sobre os mesmos fatos.

JURUTI: Ministério Público ajuíza ação contra réus no caso do “mensalinho de Juruti na Câmara”


Município de Juruti

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três vereadores e dez ex-vereadores. O caso ficou conhecido no ano de 2015 como “mensalinho de Juruti”, um esquema criminoso para o pagamento de propina mensal pelo ex-prefeito Marco Dolzane do Couto aos vereadores. O promotor de justiça Rafael Trevisan Dal Bem requer liminarmente a indisponibilidade de bens dos réus no valor total de R$156 mil.

Entre os meses de abril de 2014 a setembro de 2014, o então prefeito de Juruti, Marco Aurélio Dolzane do Couto, e os vereadores Carlos Alberto Batista de Oliveira, Cleverson Mafra de Souza, Edjanio Printes Figueira, Elber Gonçalves de Azevedo, Elivan da Silva Rocha, Fladimir de Azevedo Andrade, Heriana dos Santos Barroso, Janisson de Sousa Natividade, Luiz Antônio Braga de Souza, Mônica de Farias Brigido, Pedro Natividade Santarém, Rogério Soares da Silva e Manoel Borges dos Santos montaram um esquema criminoso de pagamento de propina custeado com recursos do município.

Em 2015 o MP instaurou inquérito civil para investigar os fatos, a partir de denúncias recebidas.  A apuração demonstrou que o ex-prefeito deveria repassar mensalmente a cada vereador a quantia de R$ 2 mil, 100 litros de diesel, 100 litros de gasolina, dez passagens de barco no trecho Juruti – Manaus e dez no trecho Juruti-Santarém, em troca de apoio político e para que não cumprissem o papel de fiscalização do cargo de vereador, encobrindo eventuais irregularidades praticadas pelo gestor.

O esquema criminoso tornou-se conhecido pela ampla divulgação de um arquivo de áudio de conversa ocorrida no dia 17 de setembro de 2014, quando alguns dos vereadores investigados cobram do então prefeito o repasse dos valores combinados, pois estariam atrasados. A ação traz o laudo que atesta a autenticidade da gravação, bem como a transcrição do que foi dito pelos interlocutores.

Durante o inquérito civil o MP ouviu os envolvidos e alguns confessaram ter recebido os valores, por vezes das mãos do próprio Marco Dolzane, além do combustível e passagens. De acordo com o apurado, três empresas que possuíam contratos com a prefeitura financiavam o esquema: Construveco, fornecedora de material de construção para a prefeitura; Auto Posto Hidaka, e uma empresa de propriedade de Prisco Matos, que também fornecia material de construção.

Quanto a origem do esquema criminoso, foi revelado que entre os dias 23 e 24 de janeiro de 2014, houve uma reunião com o ex-prefeito e este garantiu que, a partir de abril daquele ano, efetuaria mensalmente o repasse dos valores aos vereadores. “Entre os meses de março e setembro do ano de 2014, o então prefeito de Juruti-PA Marco Aurélio Dolzane do Couto concorreu para o enriquecimento ilícito de treze Vereadores Municipais, causando prejuízo ao erário público”, diz o MP.

Ao final da ACP a promotoria requer a condenação do réu Marco Dolzane Couto nas sanções civis relacionadas no artigo 12, inciso II, da Lei nº 8.429/92, e dos demais réus nas sanções relacionadas no artigo 12, inciso I, da mesma lei, que incluem ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e outras.

Lila Bemerguy

Vereador solicita fiscalização no embarque de grãos no porto da Cargill 

Vereador Antonio Rocha e Porto da Cargill

A operação que é realizada às proximidades da Companhia Docas do Pará estaria afetando a vida de trabalhadores e passageiros. 

Moradores do bairro Salé, além de trabalhadores portuários e passageiros das embarcações em trânsito em Santarém, que permanecem na Companhia Docas do Pará, às proximidades do porto da Cargill, vem reclamando da poluição ambiental no referido porto decorrente do embarque de grãos. 

De acordo com informações, quando existem navios de grande porte ancorados no porto da CDP, as operações da Cargill para o transporte das cargas são diferentes do que é feito quando no local encontram-se apenas embarcações regionais. 

O vereador Antonio Rocha, que já havia se pronunciado sobre o assunto na Câmara Municipal de Santarém, preocupado com as consequência da inalação do pó, apresentou na sessão ordinária da última segunda-feira, 14/08, o Requerimento nº 930/2017, no qual solicitava à secretária municipal de Meio Ambiente, Sra. Vânia Maria Azevedo Portela, a realização em caráter de urgência, de fiscalização “in loco”, em toda a área do porto de embarque de grãos da referida empresa, com o intuito de resolver o problema ambiental. 

Após pedido de vista por um dos parlamentares, o requerimento foi votado na manhã desta quarta-feira, 16/08, e aprovado por unanimidade. 

 

 

 

 

 

 

 

MRN é única mineradora de grande porte entre as melhores empresas brasileiras para trabalhar

A Mineração Rio do Norte (MRN) é a única empresa de mineração no ranking 2017 das melhores empresas brasileiras de grande porte para trabalhar. É o que mostra o resultado de pesquisa da consultoria Great Place To Work (GPTW), divulgado na noite desta terça-feira (15), durante evento em São Paulo (SP).

Com operações na região Oeste do Pará e sede no distrito industrial de Porto Trombetas, a MRN é a maior produtora brasileira de bauxita (matéria-prima do alumínio).

O levantamento feito pela GPTW envolve consultas aos departamentos de Recursos Humanos e aos empregados. O objetivo é verificar o nível de confiança dos funcionários. A pesquisa também considera os comentários dos empregados sobre o ambiente de trabalho. Todas as informações coletadas são verificadas cuidadosamente pela GPTW. O resultado desse trabalho, que é realizado em 53 países, é um ranking com as melhores empresas para trabalhar. No Brasil, essa pesquisa é realizada pela GPTW desde 1997.

O ranking nacional das melhores empresas para trabalhar pode ser acessado por meio do endereço  http://www.greatplacetowork.com.br/ranking/ranking-nacional.htm

ALERTA: Casos de ‘conjuntivite’ aumentam em Santarém

Na última semana que passou, começou a “pipocar” vários casos de conjuntivite em Santarém. Talvez um possível “surto” da doença esteja começando na cidade.

Alguns postos de saúde tem registrado vários casos da doença nos últimos dias. A doença atinge os olhos e sua contaminação ocorre com maior facilidade em ambientes fechados como escolas, creches e ônibus.

O QUE É?

A conjuntivite é uma doença que se caracteriza pela inflamação da conjuntiva, causada por agentes tóxicos, alergias, bactérias ou vírus.

Geralmente compromete os dois olhos, não necessariamente ao mesmo tempo, sendo o contagio feito pelo contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados.

SINTOMAS

Os principais sintomas da conjuntivite são: 
Olho vermelho e lacrimejante;
Inchaço nas pálpebras;
Intolerância à luz;
Visão embaçada;
Visão borrada.

A secreção da conjuntivite viral é mais esbranquiçada, em pequena quantidade e demorando aproximadamente 15 a 20 dias para desaparecer com tratamento adequado. A secreção da conjuntivite bacteriana é mais amarelada e abundante. Demorar de 5 a 7 dias para desaparecer com tratamento adequado.

TRATAMENTO

Não existe tratamento específico para conjuntivite viral. Para diminuir os sintomas e o desconforto pode-se utilizar soro fisiológico gelado e compressas sobre as pálpebras, limpar os olhos com frequência, ou ainda, usar colírios lubrificantes e lágrimas artificiais.

Algumas medidas podem ser tomadas para se evitar a propagação da conjuntivite viral:

Lave suas mãos com frequência.
Não coloque as mãos nos olhos para evitar a recontaminação.
Evite coçar os olhos para diminuir a irritação da área.
Lave as mãos antes e depois do uso de colírios ou pomadas.
Ao usar, não encoste o frasco do colírios ou da pomada no olho.
Evite a exposição à agentes irritantes (fumaça) e/ou alégenos (pólen) que podem causar a conjuntivite.
Não use lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite.
Não use lentes de contato se estiver usando colírios ou pomadas.
Não compartilhar lençóis, toalhas, travesseiros e outros objetos de uso pessoal de quem está com conjuntivite;
Evitar piscinas.

É importante que haja o acompanhamento do oftalmologista para um diagnóstico preciso e tratamento adequado. A conjuntivite bacteriana deve além desses cuidados, usar colírios e antibióticos prescritos somente pelo oftalmologista. 

 

Sindicato dos Radialistas emite nota de repúdio após a imprensa de Santarém ser ataca por vereador

Sindicato dos Radialistas emite nota de repúdio após ataques do Vereador Alysson Pontes contra a imprensa de Santarém.

NOTA DE REPÚDIO

Queremos aqui repudiar as atitudes do vereador ALYSSON PONTES que é empregado do POVO e usou a própria tribuna da casa do POVO para atacar de forma COVARDE a IMPRENSA SANTARENA. Vereador BLOGS também são imprensa, não generalize em seus ataques, não seja COVARDE, responda diretamente a quem lhe atacou ou ataca.

Vereador Alysson Pontes (PSD)

Vereadores também são munidos de criticas e alvo de investigações sempre pois trabalham para a população. Assim como são fiscalizadores do povo, devem e, sempre serão fiscalizados pela população, e claro pela imprensa que é a voz e os olhos do POVO – RESPEITE A IMPRENSA! 

PALAVRAS DO VEREADOR ALYSSON PONTES.

“Aqui em Santarém tem uma corja de invejosos, notadamente na imprensa santarena, que pra eles, quanto mal pior. Quero dizer, senhor presidente, que este parlamentar aqui que não se furtará em ingressar em juízo, espero que quem possui mídia, tenha dinheiro, porque eu vou tomar dinheiro de hipócrita de falsários que queiram vilipendiar especialmente este parlamentar aqui.

LEIA TAMBÉM: VEREADOR ALYSSON PONTES ATACA A IMPRENSA DE SANTARÉM E DIZ QUE NÃO TEM MEDO DE JORNALISTA

Eu não me furto de pagar R$ 100 mil, R$ 200 mil, R$ 300 mil pra advogado, mas esse rapaz que está denegrindo a minha imagem ele vai responder triplamente, ainda na esfera criminal. Porque nós temos que impor respeito. Porque ninguém sai de sua casas, pra vir pra cá pra brincar não. As pessoas têm que ter respeito com este parlamento.

Quem não tiver respeito não venha pro parlamento, fique em sua casa. Faça sua política destrutiva das pessoas. Estou indignado com o que estão falando do meu amigo, do meu colega Reginaldo Campos. Muitos desses que falam do Reginaldo querem o lugar dele e só não tem capacidade, desprovida de intelectualidade para estar aqui. E digo a imprensa e quem quer que seja, eu não tenho medo de ninguém. Não possuo passado negro e se quiser ir pro embate jurídico, falar deste vereador, o judiciário vai resolver. Só que pra mim, senhor presidente, o judiciário não se resolve na primeira instância não! Judiciário pra mim se resolve em Brasília. Aí eu quero ver até onde vai a audácia desses vermes que utilizam, ficam atrás de blogs para denegrir a imagem de vereadores!”